Se vós vinde a mim PACIFICAMENTE E para me ajudar, o meu coração se unirá convosco; PORÉM se é para me entregardes aos meus inimigos, sem que haja deslealdade nas minhas mãos, o Deus de nossos pais o veja, seja Juiz, e repreenda.

1 cronicas, 12, REI DAVI.v.17

Artigo 29.

LDA - Lei nº 9.610 de 19 de Fevereiro de 1998

Depende de autorização prévia e expressa do autor a utilização da obra, por quaisquer modalidades.

Contribuição coletiva

Do you wanna help me?

Ajuda pra facul (Licenciatura em Biologia) tb tá dentro agora...


https://www.vakinha.com.br/vaquinha/livros-e-cd-autoral-kayahuasca

16 junho, 2017

Soh Jah Seh- Parte 2

"In the poetic imagination of Rastafari, which delights in wordplay and misreading signs, the very name of Haile Selassie I was changed into a symbol of infinity. So, what would have been read ordinarily as Haile Selassie the First, became Haile Selassie “I.” And if Haile Selassie’s full title was “His Imperial Majesty Haile Selassie I, Conquering Lion of the Tribe of Judah, King of Kings of Ethiopia and Elect of God" and as Ethiopian tradition claimed, Selassie was a descendant of Makeda, the Queen of Sheba, and King Solomon of ancient Israel, then Selassie could only be the returned Christ who had returned to “judge the nations of the earth.”

- Não vou traduzir literalmente mas vou comentar sobre a tradução para quem quiser partilhar de opinião. E Explico porque:

O Texto diz-> na poética imaginação de RasTaFar I, but we deal with REALITY. that why we have both kinds of letter, lamentatntion and musics about love, one love; other bout tha life in the guetto, people with less oportunity and other with more, and thats not right.
Se quiséssemos agradar a todos ou bajular por interesses nós não teríamos letras que falam sobre as consequências de Babilônia para o Planeta Terra. Nós como Rasta temos que falar a Verdade mesmo que decepcione, mas é a Verdade. E sabemos que Jah nos guiará na forma de falar estas Verdades, principalmente nas músicas. Então nãos estamos favorecendo a nós mesmos (nossos ego) quando cantamos sobre a desigualdade social que existe no mundo e quanta dor isto causa.


Abrigar o desabrigado, vestir o desnudo, alimentar os famintos, libertar os cativos... é o Pedido do Reino de Jah...

Na linguagem poética de RasTaFar I  que tem muitos jogos de palavras e sinais incompreendidos, mal compreendidos.; o Nome de Haile Selassie I se transformou num símbolo de infinito. Então aquele que era conhecido como Selassie I primeiro, se tornou Haile Selassie Eu. E se o título completo era: "Sua Majestade Imperial Haile Selassie Eu, Leão Conquistador da Tribo de Judah, Rei dos Reis da Etiópia e Eleito de Deus" E como a tradição  etíope clamou: Selassie foi um descendente de Makeda, A Rainha de Sebah (Sabbah- Sabá) com o Rei Salomão no Israel antigo; cumprindo a profecia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário